Please ensure Javascript is enabled for purposes of Acessibilidade

07/08/2020 às 09:27, Atualizado em 15/09/2020 às 13:44

Prefeitura abre oficialmente a Campanha Agosto Lilás

Por conta da pandemia do Covid-19, a campanha será marcada com a realização de várias ações durante o mês através das mídias, para evitar aglomeração

Cb image default
Foto: Rafael Brites

A Prefeitura de Sidrolândia, por intermédio da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres, órgão vinculado à Secretaria de Governo e Desburocratização (Segov), abre oficialmente nesta sexta-feira (07/08), a campanha “Agosto Lilás”.

Na abertura, durante live transmitida na página da Coordenadoria da Mulher no facebook, a coordenadora Natália Souza, e a psicóloga técnica Aletânia Gomes, participaram de uma entrevista na rádio Jota FM, para falar sobre a campanha.

A data escolhida para a abertura do Agosto Lilás é em comemoração aos 14 anos de sanção da Lei Maria da Penha, citada pela ONU (Organização das Nações Unidas), como a terceira melhor lei do mundo no combate à violência doméstica.

O objetivo da campanha é sensibilizar a sociedade para o fim da violência contra mulheres e meninas, além de trazer a discussão sobre as violências domésticas que ocorrem dentro do ambiente familiar e relacionamentos afetivos da vítima.

A violência contra a mulher é apontada não apenas como um problema de ordem privada ou individual, mas como um fenômeno estrutural, de responsabilidade da sociedade como um todo. Afeta mulheres de todas as classes sociais, idades, nível de escolaridade, raça e religiões. É amplamente definida como qualquer ato que possa causar dano físico, sexual, psicológico ou sofrimento extremo a uma mulher.

A proposta da campanha é informar e convocar toda a sociedade a participar da luta de combate a violência sofrida pelas mulheres, que muitas das vezes leva à morte violenta (feminicídio).

Por conta da pandemia do Covid-19, a campanha neste ano será marcada com a realização de várias ações durante o mês através das mídias, para evitar aglomeração. A Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para a Mulher reformulou as ações neste ano e os meios utilizados serão as rádios, postagens no site do munícipio, facebook, instagram. Não considerando as atividades de abordagem direta, eventos de conscientização, panfletagens, palestras, seminários presenciais, entre outras atividades que resultem em aglomeração de pessoas.

Uma novidade neste ano é que todo o material da campanha vai ser feito com os desenhos vencedores dos alunos que participaram do concurso de desenho ano passado da Maria da Penha Vai à Escola. De acordo com a coordenadora, Natália Souza, é de extrema importância esse programa nas escolas.

“Desde 2017 começamos a Maria da Penha Vai à Escola, que para mim é um dos programas mais importante para combater essa violência. Todos esses anos levamos as informações para os alunos, mas ano passado fizemos diferente, já que ficamos 3 anos trabalhando, levando informação, conversando, decidimos deixar que eles nós mostrasse o que aprenderam, então fizemos o concurso e esses alunos retrataram no papel a violência, foram desenhos incríveis e ver o resultado do nosso trabalho é gratificante, vimos como é o olhar da criança e do adolescente diante da violência doméstica contra a mulher”, explicou a coordenadora.

A coordenadora Natália Souza ressalta que a Delegacia Geral de Polícia Civil, Sala Lilás, a Coordenadoria da Mulher, CREAs e CRAS, estão funcionando para atender as mulheres que estão sofrendo alguma violência. Também pode ser feito através dos canais de atendimento, 190 e 180.

A Prefeitura de Sidrolândia aproveita para lembrar das dicas importantes no combate ao Covid-19.

- Lavar as mãos

- Evitar tocar olhos, boca e nariz

- Cuidados em ambientes com aglomeração de pessoas

- Use Álcool gel e máscaras