27/08/2021 às 14:36, Atualizado em 27/08/2021 às 16:48

Saúde inicia neste sábado 3ª dose da vacinação para idosos a partir de 80 anos

Em Sidrolândia, até agora, 5.470 idosos tomaram a primeira dose e 5.082 a segunda

Cb image default
Foto: Suélen Duarte

A Secretaria Municipal de Saúde de Sidrolândia inicia neste sábado (28) a terceira dose da vacinação contra Covid-19 em idosos a partir de 80 anos. Será aplicada a vacina Pfizer, por recomendação do Ministério da Saúde. Em Sidrolândia, 460 idosos nesta faixa etária receberam a primeira dose e 405 a segunda. A Secretaria está fazendo uma busca ativa destas pessoas que não concluíram a imunização e já localizaram 37.

Segundo o secretário de Saúde, Luiz Carlos Alves, neste trabalho haverá mutirão a partir das 7 horas em frente da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no formato drive-thru e para quem chegar a pé ou de bicicleta. Paralelamente, uma equipe volante de vacinação vai às casas de repouso para imunizar os idosos.

Em Sidrolândia, até agora, 5.470 idosos tomaram a primeira dose e 5.082 a segunda. Como há uma população de 6.779 de habitantes a partir de 60 anos, o nível de cobertura vacinal é de 80%% e 5.082 estão imunizados (74%). Ou seja, 20% não tomaram nenhuma dose .

Aumentar a imunização

Recente estudo, realizado pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul e enviado para o Ministério da Saúde, indicou a necessidade de uma terceira dose de vacina contra a Covid-19 em idosos a partir de 60 anos. O levantamento revelou que de fevereiro a maio, deste ano, o grupo adquiriu imunidade contra o coronavírus, porém, após esse período houve um aumento quanto ao número de casos e de óbitos neste grupo específico.

O estudo apontou que a idade é um fator de risco independente para o agravamento da Covid-19, já que o sistema imunológico responde menos à produção de anticorpos. Ou seja, um indivíduo a partir de 60 anos de idade corre duas vezes mais risco de hospitalização ou óbito por covid-19, em relação a um indivíduo mais jovem, e a situação progride conforme o aumento da faixa etária.

Segundo o secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, o reforço da imunização vai quintuplicar a resposta imunológica nas pessoas idosas. A intenção é atender toda a população idosa, mas inicialmente não há vacina suficiente para atender todos ao mesmo tempo. Por isso, a vacinação será por faixas etárias, começando com as pessoas de 80 anos ou mais, e profissionais de saúde que tenham completado o ciclo vacinal há seis meses, ou seja, os que tomaram as duas doses da vacina até o dia 31 de março deste ano”.