22/04/2021 às 17:00, Atualizado em 22/04/2021 às 17:01

Usuários recebem cadeiras de rodas e de banho, muletas e andadores

Cadastrados na Regulação em Sidrolândia são assistidos pela Prefeitura, através do Nasf

Cb image default
Maria Geralda e Maria José Rodrigues Fotos: Gledson Rocha

A Prefeitura de Sidrolândia, por meio de parceria com o Governo do Estado e Cer Apae, possibilitou a entrega de equipamentos para usuários. Com a realização da ação, sob a coordenação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), o município adquiriu 7 cadeiras de rodas, 3 muletas, 14 cadeiras de banho e 5 andadores fixos.

De acordo com a coordenadora do Nasf, Rita Samara Mendes, os pacientes são acompanhados pela equipe técnica, que realiza visitas domiciliares e faz a avaliação dos cadastrados.

Após a chegada dos equipamentos a família do paciente pode retirar na Central de Regulação do município, que também pode fazer a entrega na residência do paciente.

Cb image default
Divulgação

Uma das atendidas por esta ação da Administração Municipal, é a dona Maria Geralda, de 97 anos, que recebeu uma cadeira de banho e uma cadeira de rodas. De acordo com a sua filha, Maria José Rodrigues, os equipamentos que a idosa utilizava, já não estavam em boas condições.

“Faz tempo que nós estávamos esperando por essas cadeiras, porque a que nós tínhamos é velha, já está toda quebrada, furados os pneus, sem condições de andar, as vezes a roda trava e é perigoso até derrubar ela. A de banho mesmo não estávamos mais nem usando, levávamos ela até o banheiro na cadeira de rodas, e pegávamos uma cadeira normal para sentar ela, mas agora graças a Deus acabou o problema”, explicou Maria.

Cb image default
Geneci Marli

Com a entrega da cadeira de rodas, a venezuelana Geneci Marli, de 33 anos, umas das usuárias contempladas, se sentiu acolhida com essa iniciativa da Prefeitura.

“Eu estava precisando, porque aconteceu um acidente aqui em casa eu quebrei meu pé, e para mim é complicado sair, ir no centro fazer terapia, e ir para Campo Grande, mas estou muito agradecida”.

Clarisse Rodrigues, de 75 anos, relatou as dificuldades que é de comprar o equipamento, mas com a ação da Gestão Municipal agora terá melhores condições de se locomover.

“Ficar sem cadeira é ruim, porque eu não aguento andar, e para comprar era difícil porque não temos condições, então não íamos conseguir, mas agora com a Prefeitura ajudando, eu sei que tenho uma oportunidade de andar, melhor”, encerrou.