13/12/2021 às 08:07, Atualizado em 13/12/2021 às 09:37

Estádio Sotero celebra 40 anos com jogo comemorativo e homenagens

Cb image default
Divulgação

O Estádio Municipal Sotero Zarate celebrou neste final de semana os 40 anos de inauguração com jogo comemorativo neste domingo (12) e também a entrega de moções de reconhecimento a 16 personalidades que fizeram parte da história do estádio. No sábado, aniversário do município, o Sotero Zarate recebeu a final do Campeonato Municipal.

A final do campeonato foi disputada pelas equipes ATF e DASA. Após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, a decisão foi para os pênaltis. A disputa nas penalidades acabou 3 x 2 e a ATF foi a grande campeã. Bruno Ferreira (DASA) foi o artilheiro e Vitor (ATF) o melhor goleiro da competição. 

Cb image default
Divulgação

Foram homenageados: Valquírio Rossato, deputado Gerson Claro, Porfirio Rodrigues de Brito, Daltro Fiuza, Jurandir Camilo de Azevedo, Aldo Moura de Olindo, Otacílio de Brito, Juriza Ribeiro, Junior Cassiano, Sotero Zarate (in memorian), Jose Osiro (in memorian), Benigno Escobar (Professor Guarani, in memorian), Valdir Alves de Assis (in memorian), João Favaro (in memorian) Noboro Morikawa (in memorian) e Julio Wakuta (in memorian).

História

O Estádio Municipal foi inaugurado na gestão do ex-prefeito Daltro Fiuza, em 1981 e o primeiro apelido que o estádio teve foi Pamonhão, em alusão ao Estádio Loucão, no município de Maracaju. Recebeu o nome de Sotero Zarate por indicação do ex-vereador Wilson Barbosa, popularmente conhecido como Carapé. Sotero foi uma personalidade que se destacou no município na área esportiva, principalmente no futebol, realizando competições e comprando equipamentos com recursos próprios. 

Cb image default
Divulgação
Cb image default
Divulgação