22/05/2017 às 17:35, Atualizado em 03/06/2017 às 14:53

Equipe técnica da educação e prefeito se reuniram para tratar de Termo de Ajustamento de Gestão com o Tribunal de Contas

Cb image default
Reunião com equipe da educação 

Após a audiência do Tribunal de Contas do Estado realizada em Sidrolândia no dia 12 de maio, o prefeito se reuniu, nesta tarde (22) com a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação e apresentou relatório realizado pelos auditores para começar a definir metas e estratégias para a realização do Termo de Ajustamento de Gestão, que tem a finalidade de orientar e programar as melhorias na rede pública de ensino.

A Conselheira Marisa Serrano, explicou que a auditoria realizada não é punitiva e, sim para direcionar e orientar os prefeitos para um investimento mais eficaz apontando onde deverão ocorrer melhorias e garantir uma educação de qualidade. Sidrolândia foi o primeiro município a receber a auditoria que deverá ser realizada em todos do Estado.

A auditoria verificou a qualidade do ensino público no município de Sidrolândia, e foi dividida em quatro partes essenciais: a) estrutura das escolas; b)merenda escolar; c) profissionais da educag5o; e d) transporte escolar.

Antes do início das aulas, o prefeito Dr. Marcelo Ascoli e a secretária de Educação, Alice Gomes, realizaram um levantamento da situação das escolas municipais e um relatório foi elaborado pela equipe técnica de engenheiros da prefeitura. Dois Centros de Educação Infantil tiveram que ser interditados e, por segurança, os alunos foram levados para locais alugados pela administração.

Cb image default
Divulgação

Hoje, a administração corre contra o tempo para solucionar problemas de espaços físicos das escolas municipais. Muitas escolas não receberam reformas adequadas e ampliações em outras gestões.

A reunião ocorrida hoje foi a primeira para a realização do TAG (Termo de Ajuste de Gestão). “ Vamos nos reunir quantas vezes preciso para adequar e solucionar alguns problema que não podem se arrastar mais. São anos sem reformas e construção de novas salas de aula. Queremos que o Tribunal de Contas volte aqui e comprove que a nossa gestão está se empenhando e oferecendo uma educação de qualidade, como os pequenos sidrolandenses merecem”, declarou o prefeito.