16/03/2017 às 15:17, Atualizado em 16/03/2017 às 15:32

Comunidades indígenas recebem apoio para produção e geração de renda

Cb image default
Divulgação

As aldeias Lagoinha, Córrego do Meio, 10 de Maio e Tereré foram contempladas hoje pela manhã com um repasse no valor de R$30.385,00 reais numa parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Sidrolândia, a contrapartida do município será de R$ 3.038,50.

Esse recurso será destinado a manutenção de máquinas agrícolas e fornecimento de combustível. O convênio entre Governo do Estado, através da AGRAER , e Prefeitura Municipal foi oficializado no gabinete do prefeito Dr. Marcelo Ascoli nesta manhã, 16/03. O diretor-presidente da AGRAER, Enelvo Iradi Felini, e funcionários estiveram na Prefeitura para assinar o convênio. Membros da comunidade indígena, os vereadores Otacir Figueiredo (Gringo) , Valdecir Carnevalli (Ganso), Kennedi Forgiarini e a vereadora Vilma Felini acompanharam o ato.

O objetivo do convênio é promover o fortalecimento da agricultura familiar sustentável, garantindo geração de renda, bem-estar social, exercício de cidadania e qualidade de vida aos agricultores familiares das comunidades indígenas.

O recurso foi proveniente do Programa Proacin (Programa de Apoio às Comunidades Indígenas) instituído em janeiro deste ano pelo governador Reinaldo Azambuja.

Cb image default
Divulgação

“É um programa muito importante para a comunidade indígena. A maioria das famílias em nossas aldeias vivem da agricultura familiar, esse recurso vem em bom momento para facilitar e fomentar a geração de renda da comunidade”, disse o prefeito.

Conforme levantamento apontado pela Agraer, a área ocupada pelos indígenas em MS é de 613.610,0000 hectares, sendo 538.000,0000 hectares habitados quase que exclusivamente pela etnia Kadiwéu, localizada em seis aldeias com 295 famílias. Nos 75.610,0000 hectares restantes distribuem-se as demais etnias em 67 aldeias de diferentes tamanhos espalhadas em 26 municípios do estado, formando uma população de aproximadamente 14.705 famílias.

“Nosso governador não tem medido esforços para atender as comunidades indígenas. Em Sidrolândia já estamos na segunda etapa do programa Proacin. As comunidades já receberam as sementes e agora mais esse incentivo para se tornar mais produtivos”, explicou o diretor Enelvo Felini.