20/03/2017 às 14:47, Atualizado em 20/03/2017 às 14:02

Números na saúde confirmam ampliação em 54% nos atendimentos

Cb image default
Prefeito e secretário de Saúde durante entrevista na Pindorama.

Na sexta-feira, em entrevista na rádio Pindorama, o prefeito Dr. Marcelo Ascoli e o secretário de Saúde Pública, Nélio Paim, levaram ao conhecimento da população o primeiro balanço com números de atendimentos e procedimentos realizados na saúde.

O comparativo foi entre os meses de janeiro e fevereiro de 2016 e janeiro e fevereiro de 2017. As consultas realizadas nas unidades básicas de saúde foram ampliadas em 54% em relação a 2016. Neste período em 2016 foram 10.945 atendimentos, já em 2017 foram 24.241. Só na unidade básica de saúde do assentamento Eldorado o número pulou de 3.800 em 2016 (Jan/fev) para 8.631 em 2017 (jan/fev).

No Centro de Especialidades Odontológicas – CEO, a diferença ficou em 991 atendimentos a mais em 2017 que em 2016 neste mesmo período. De 1.612 procedimentos pulou para 2.603.

Outro dado apresentado pelo prefeito, foi a medida tomada para acabar com a fila de espera de mais de 645 pacientes que aguardavam por consultas, exames e cirurgias que são encaminhadas para Campo Grande. Os pacientes esperavam atendimento através da Central de Regulação, alguns aguardavam desde 2015. Eram exames de alta e média complexidade, procedimentos cirúrgicos e fornecimento de medicação de alto custo. Foi realizado um levantamento e uma força tarefa para atender esses pacientes. Por dia, a central de regulação atende de 70 a 100 pessoas.

Outro serviço destacado é a realização do transporte gratuito para quem não tem condições de se deslocar até Campo Grande. São mais de mais de 120 pessoas transportadas por semana.

Cb image default
Visita nas unidades de saúde.
Cb image default
Entrega da farmácia na Unidade de Saúde, Cleide Piran. 

As consultas em pediatria são realizadas por agendamento e urgências encaminhadas por médicos clínicos gerais. Do dia 02 de janeiro a 28 de fevereiro já foram realizadas mais de 600 atendimentos infantis. Aproximadamente 20 crianças são atendidas por período.

Já as mulheres de Sidrolândia contam com 03 (três) especialistas em ginecologia para atendimento de consultas, cirurgias, partos e procedimentos através da Secretaria Municipal de Saúde em nosso município. A volta das cirurgias ginecológicas foi marcada na terça-feira , 07/03, onde foram realizadas 06 cirurgias eletivas no hospital de Sidrolândia. Gestantes podem ter parto normal e cesárea no hospital de Sidrolândia.

O secretário Nelio Paim, acredita que esse aumento se deu por conta da contratação de mais profissionais e o atendimento com equipes completas nas unidades de saúde. No assentamento está previsto, para o mês que vem, o retorno da Segunda Unidade Móvel de Saúde que também conta com uma equipe composta por médico, dentista, enfermeiro e técnicos. A unidade atenderá a região do assentamento Alambari e Eldorado.

Um mutirão foi realizado para extinguir a fila de pacientes que esperavam pelo atendimento de fisioterapia desde 2013. Fora mais de 240 atendimentos para “desafogar” a espera.

“A primeira providência do prefeito foi a contratação de médicos e equipe para colocar em funcionamento todas as unidades. Depois começamos a descentralizar as farmácias, levando a distribuição de remédios mais próximo da população”, disse Nelinho.

“A saúde sempre terá uma demanda muito grande, é preciso passar por melhorias e investimentos constantemente. Sei da realidade do nosso município e sei o quanto a equipe da secretaria está se empenhando, muitas mudanças positivas já foram realizadas. Sabemos que ainda tem muito que melhorar, mas esses números já nos mostram um avanço na cobertura e atendimentos. Estamos trabalhando para abrir a UPA o mais rápido possível e reformar o Posto de Saúde Central, onde já temos uma parte do dinheiro garantido”, explicou o prefeito.